HORÁRIO DE ATENDIMENTO SEG À SEX:
DAS 8:30H ÀS 12H E 14h ÀS 18:30H
Dr. André Frare - Osteopatia Cascavel

SÉRIE OSTEOPATIA VISCERAL - PARTE 9 - Blog

Post na categoria Saiba mais
O coração tem suas razões que a razão ignora. Vamos tentar entender suas razões simplesmente explicando a função cardíaca. Vejamos também o que a osteopatia pode trazer para o seu bom funcionamento e algumas dicas para cuidar dela.

O coração


O que é um coração?

O coração é um músculo oco localizado na caixa torácica, acima do diafragma e entre os pulmões. Simplificando, é uma bomba cujo papel é impulsionar o sangue por todo o corpo. Dessa forma, as células do nosso corpo recebem todos os nutrientes e oxigênio de que precisam para viver e funcionar.

Como funciona o coração?

Consiste principalmente em células musculares capazes de contrair e conduzir impulsos nervosos. É o miocárdio (myo = músculo, carde = coração). Este miocárdio é circundado por duas camadas, uma interna ( endocárdio ) e outra externa ( pericárdio ), cuja função é proteger o coração .
Agora vamos ser implacáveis e cortar o coração ao meio.

Não se preocupe, tudo ficará bem.


A primeira coisa que notamos é que o coração tem quatro câmaras , acopladas duas a duas, que formam o coração direito e o esquerdo.
Cada um dos dois corações consiste em uma pequena cavidade na parte superior, o átrio , conectada a uma grande cavidade na parte inferior, o ventrículo . Eles se comunicam através de um orifício, coberto por uma válvula (você pode imaginar um buraco coberto por uma válvula).
Vemos também que cada átrio está conectado a uma veia enquanto os ventrículos estão conectados a uma artéria , sempre com uma válvula no meio.

Mas para que serve tudo isso?

Como já foi dito, o miocárdio possui células contráteis que conduzem impulsos nervosos. Assim, os nódulos nervosos no nível de cada átrio e cada ventrículo são responsáveis pela atividade elétrica que ordena a contração do coração. Portanto, são esses impulsos elétricos que acionam o ciclo cardíaco .

Como funciona esse ciclo?

Primeiro, é uma fase de relaxamento do coração chamada diástole . Isso permite que o sangue venoso preencha os átrios .
Em seguida, os nódulos nervosos nos átrios são ativados e forçados a se contrair. A pressão aumenta e as válvulas entre os átrios e os ventrículos se abrem , permitindo que o sangue flua para eles, esta é a sístole atrial .
Depois que o sangue passa pelos ventrículos, essas válvulas se fecham para evitar o refluxo, criando o primeiro batimento cardíaco.
Então, os nódulos dos ventrículos começarão suas contrações. Assim, a pressão aumenta e as válvulas das artérias se abrem , permitindo que o sangue flua para o corpo. Esta é a sístole ventricular .
Uma vez que os ventrículos são esvaziados de sangue, as válvulas entre os ventrículos e as artérias fecham rapidamente e criam o segundo batimento cardíaco. Estrondo!
E por último, por ser um ciclo , voltamos ao primeiro passo e assim por toda a vida.
E tudo isso, por estímulos elétricos, gerados pelo nosso sistema nervoso, sim, ELETRICIDADE.

Você tem dificuldade para entender? Aqui está um pequeno diagrama que resume tudo.


Depois que o sangue sai do coração, para onde vai?

Por toda parte. Como já foi dito, cada célula do corpo precisa de oxigênio para viver. No entanto, precisamos obter esse oxigênio dos pulmões . E também é necessário recuperar o sangue cujo oxigênio foi utilizado pelo corpo!

Explique-me como é possível então!

É para isso que o coração se divide em dois.

Na verdade, o coração direito coleta todo o sangue desoxigenado do corpo por meio da veia cava inferior . Em seguida, ele o envia de volta aos pulmões através da artéria pulmonar, onde é novamente carregado com oxigênio. É a circulação pulmonar . Este rico sangue então se junta ao coração esquerdo através da veia pulmonar, que o impulsiona por todo o corpo através da aorta . Essa é a circulação sistêmica .

E o coração, como se alimenta?

Na verdade, como qualquer órgão, o coração tem sua própria vascularização , o sistema coronário . Artérias muito pequenas e veias coronárias são responsáveis por trazer e retornar o sangue ao coração. Estes são essenciais para o seu funcionamento, mas são extremamente frágeis . Muitas vezes são eles que ficam bloqueados por causa das placas de ateroma ... E SÃO ELAS QUE INFARTAM !!!

Osteopatia em tudo isso?

O coração não flutua magicamente em suas costelas. Ele está conectado à estrutura por ligamentos . Assim, ele acaba pendurado no esterno , cervical (C7) e tireoide acima e preso ao diafragma logo abaixo. O osteopata verifica a liberdade dessas estruturas / músculos e se certifica de que esses ligamentos não sejam tensionados para evitar qualquer esforço desnecessário no coração.

Não falamos sobre isso até então, mas o ritmo do coração, a velocidade com que ele bate, é controlado pelo sistema nervoso vegetativo.  É o nervo vago que sai do crânio e se une ao coração. Seu papel é simples, diminuir a freqüência cardíaca . São os nervos provenientes dos gânglios cervicais que, por sua vez, são responsáveis por acelerar o coração . O osteopata, garante um caminho suave para o nervo vago e boa liberdade dos cervicais para que a inervação do coração seja feita da melhor forma possível.

Como sempre, o osteopata permite um ambiente saudável para o coração para que execute seu trabalho nas melhores condições .
E vamos além, o Osteopata, melhora o ambiente cervico-torácico, para que tudo tenha movimento, pois o movimento é tudo para o coração.
Costelas, desvios posturais, contraturas musculares, e um sistema venoso deficientes, geram sobrecarga cardíaca.

Também avaliamos e tratamos a função renal e gástrica, pois, qualquer congestão nesses sistemas o coração tem que trabalhar dobrado.

E mais uma coisa importante, a distribuição correta dos fluidos corporais, gera um sistema osmótico eficiente, fazendo com que o coração mantenha a sua frequência constante.

Outra coisa, como os sistemas de sístole e diástole são mecanismos elétricos, temos que avaliar e tratar todo o circuito elétrico, e tudo vem da central que é o cérebro.

Quais são os sinais de dor no coração?

Todos esses sinais devem fazer com que você consulte um cardiologista o mais rápido possível .

  • Palpitações, batimentos cardíacos irregulares, ritmo rápido ou lento sem motivo
  • Tontura
  • Inchaço severo nas pernas
  • Fácil falta de ar, fadiga desproporcional em comparação ao esforço produzido
  • Dor no peito (é uma dor comum e tem muitas causas, mas a raiz do problema deve sempre ser identificada rapidamente), muitas vezes acompanhada de dor no ombro esquerdo ou na mandíbula.
  • Edemas no abdomem.
  • Tosse seca ao esforço
  • Formigamento no braço.
  • Fraqueza ao menor dos esforços.
  • Esgotamento mental e físico.
Como cuidar disso?

  • Realize verificações regulares
A forma mais eficaz de prevenir doenças cardiovasculares é ir ao médico pelo menos uma vez por ano para fazer um exame cardíaco.
  • Uma dieta balanceada
O excesso de peso é a principal causa de doenças cardíacas.

  • Limite o consumo de álcool
Não é de surpreender que o etanol danifique o músculo cardíaco . Portanto, não hesite em moderar o consumo.

  • Diminua a quantidade de sal ou aumente a ingesta de água, você decide.
Isso aumenta sua pressão arterial . Prove sempre os seus pratos antes de os adicionar, limite os pratos cozinhados, carnes frias e queijos, muito ricos em sal.
Caso aumente a ingesta de água, a redução do sal, não se faz necessária.

  • Exercício físico diário
Apenas 30 minutos de atividade física por dia são suficientes para um coração saudável. Dar esse pequeno tempo diário a um órgão que nos mantém vivos parece-me importante.
A melhor maneira de você treinar o seu coração, não é correndo !!!! Surpreso? Então subir escadas é a melhor maneira de treinarmos o nosso músculo cardíaco.

  • Tentando controlar o estresse da melhor maneira possível
O estresse aumenta a freqüência cardíaca, a pressão arterial e piora os fatores de risco relacionados à hipertensão , colesterol ou obesidade.

  • Coma  chocolate amargo e beba chá
Seus benefícios se devem aos polifenóis que contêm, que melhoram a circulação sanguínea e atuam como antioxidantes. Comer 6g (dois quadrados) de chocolate amargo por dia reduziria sua pressão arterial.

  • Consumir uma dose regular de sementes oleaginosas, azeite cru
Finos, nozes, avelãs e azeite são ricos em gorduras monoinsaturadas , que são muito úteis para a saúde do sistema cardiovascular.

Consumo de peixes de água salgada, e uso de ômega 3 também auxiliam o nosso coração.

A palavra final

O coração é a bomba que impulsiona o fluido vital por todo o corpo. É, portanto, um órgão de capital importância que todos os mimos da melhor maneira possível, para que batam o máximo possível em boas condições.

DR. ANDRÉ FRARE - FISIOTERAPEUTA OSTEOPATA - CREFITO 51551 - CASCAVEL - PARANÁ - BRASIL

COMPARTILHE

OUTRAS POSTAGENS